Ilha de Capri

Vista de Capri (funicular)

Quem já não ouviu falar da Gruta Azul (Grotta Azzurra) na Ilha de Capri? A ilha situada no Mar Tirreno é conhecido pelo seu charme e beleza natural. A pequena ilha conta com dois municípios Capri e Anacapri. e dois portos Marina Piccola e Marina Grande.

Este foi o segundo destino que visitei, logo após Roma. De Roma parti em um trem até a estação central de Nápoles e logo desde o porto da mesma cidade, em um Ferry para a Ilha de Capri.

O tempo de viagem da Termini de Roma até a Estação Central de Nápoles foi de 1 hora aproximadamente, mas pode ser de até 2 horas a viagem dependendo do tipo de trem e seu percurso. A distância entre ambas cidades é de 226 Km. Lembrando que mesmo que conte com o EurailPass é necessário que realize reserva, não é só chegar e subir no trem.

Da estação de Nápoles tomei um ônibus até o porto e o trajeto durou aproximadamente 15 minutos. Pode ser feito em táxi e não deveria custar mais que €20.

Porto de Nápoles

Nápoles tem fama de ser uma cidade violenta pela máfia. Minha passada foi rápida, suficiente para tirar algumas fotos e a vontade e dedicar uma viagem pra isso. Fato curioso é o estilo dos moradores, a forma como se vestem e agem é bastante diferente de todas as demais cidades italianas que visitei.

IDA: Nápoles a Capri – Travessia durou 45 minutos, custou €17. Empresa: http://www.caremar.it/ (O preço e duração do percurso pode variar). O site da empresa está disponível apenas em italiano.

Capri-Sorrento

VOLTA: Capri a Sorrento – A travessia durou 30 minutos, custou €15. Empresa: SNAV (O preço e duração do percurso pode variar). O site da empresa está disponível apenas em italiano e inglês. Tanto na ida quanto na volta a travessia foi agradável, ferry limpo e serviço básico de venda de snacks.

Ferry empresa SNAV – Porto de Sorrento

Faça o que eu digo não o que eu fiz

Prefira partindo do porto de Sorrento. Na volta eu fiz Capri – Sorrento é se não fosse a reserva que eu tinha penalidade pra cancelar, teria pernoitado em Sorrento ou pelo menos feito o City Tour. A cidade é maravilhosa!

Sorrento

Sorrento

Sorrento (vista da estação de trem)

Chegada a Capri

O clima estava ótimo e o porto bem movimento. Cheguei já querendo um banho de mar. A poucos metros de onde os ferrys e barcos atracam, há uma praia própria para banho. Ótima pra se refrescar, mas sem areia fina, era umas pedrinhas muito chatas e o mar BEM gelado. Acontece em alguns lugares da Europa de a praia ser linda à vista mas não para o banho, principalmente para os brasileiros que temos outro conceito de praia, mar e vida boa!

Marina Grande

Quando ir

A ilha é de clima temperado é aconselhável ir durante o verão que é de junho a setembro. Evite o mês de agosto que é o período de férias europeu, e por esta razão estará lotada. Fui em setembro, economizei evitando julho que é plena temporada alta.

Previsão do tempo em Capri

Marina Grande

Transporte

As ruas em Capri são de dimensões assimétricas e os caminhos tortuosos. É fácil perder-se por seus laberintos e na maioria deles só é possível percorrer caminhando, já que um veículo não passaria. Em algumas ruas circulam micro-ônibus, outras apenas motos. Os veículos disputam espaço com os pedestres e dão a buzina é o “sai da frente”. Não fique bravo, você agradecerá quando por turista maravilhado e consequentemente distraído, sua vida for salva por um “bi bi bi” italiano! Se você quer se sentir uma estrela de cinema pode utilizar os táxis brancos conversíveis e apreciar a vista que a metro de altitude alcançada a beleza visível aumenta.

Capri

ÔNIBUS: Ou melhor dizendo os micro-ônibus da empresa ATC, custam €1,80 por tramo.

Micro-ônibus

Fazendo os seguintes trajetos:

  • Capri-Anacapri
  • Capri-Marina Piccola
  • Capri-Damecuta (heliporto)
  • Anacapri-Marina Grande
  • Anacapri-Marina Piccola

Solução para as entreitas ruas


FUNICULAR: Empresa SIPPIC faz o trajeto de Marina Grande (porto) a Capri, lembrando que neste caso se refere ao munícipio de Capri. Custa €1,80. Vale muito a pena pois a vista de Capri é maravilhosa do alto também.

Funicular – Capri

Alojamento

Fiquei no Hotel Bussola di Herme en Anacapri. Estadía: 2 noites. É um 3 estrelas, deu um pouco de trabalho para encontrar, porque na Itália em geral a numeração não é sequencial. É tão engraçado quanto irritante (hehe). Parece até que jogaram na loteria o número das casas. Ao chegar ao hotel, a recepção foi excelente, o dono foi quem realizou o check-in. Falava inglês com sotaque do seu país de origem, França. Logo, trouxeram um suco delicioso de uma fruta típica da ilha.

O hotel é categoria standar, cumpria com tudo prometido no site e o café da manhã superou as expectativas. O preço super acessível. Achei a localização ruim no começo, mas depois fiquei agradecida porque devido a isso conheci toda a ilha.

Passeando…

Fiquei perplexa com as vitrines e os sapatos maravilhosos, cheio de pedras e detalhes que pareciam mais uma jóia que um calçado. No mesmo dia que cheguei fui ao farol da ilha, e foi o pôr-do-sol mais lindo dos 80 dias. Acompanhado de um delicioso picnic vi o sol desaparecer no Mar Tirreno. Passear durante a noite tem sensação diferente, se for em Anacapri cuidado pra não se perder por seus labirintos.

Verdadeiras jóias do asfalto em Capri!

Farol de Anacapri

Pôr-do-Sol – Farol de Ancapri

Farol de Anacapri

Capri

Comidas

Restaurantes oferecem amplo menu de peixes e frutos do mar, saladas e pratos frescos. Optei também por comprar nos supermercados. Algo que me causou alegria e surpresa foi que os preços em Capri eram muito mais acessíveis que na Itália. Isso é uma dica de economia na Europa: supermercados. Têm pratos preparados para comer, fiz isso em muitos destinos e comi muito bem. Os talheres, copos e guardanapos te dão no caixa, em alguns lugares até de graça. As sacolinhas plásticas  não tem jeito, só pagando mesmo. Não deixe de experimentar as frutas, os pêssegos por exemplo, são gigantes e suculentos.

Cotidiano em Capri

Gruta Azul (Grotta Azzurra)

A Gruta Azul é a grande atração da Ilha. Alguns preferem tomar as excursões em barco que fazem todo o contorno na ilha e logo visitam a gruta. Eu optei fazer por conta (turista rebelde). Do hotel tomei um microbus até a gruta, desci uma enorme escada até onde o barco que te aproxima de um barco maior, que funciona como guichê de vendas. Toda essa etapa é bem informal. Os “bambini” gritando quantos passageiros e eles são apressados.

A maré estava alta quando fui, tive que deitar no barco para não ser degolada no buraco de entrada da caverna. Ao entrar água azul, cristalina mesmo o dia estando nublado e os raios de sol serem mínimos. Os marinheiros que conduzem os barquinhos cantam músicas parecidas as canções do Piratas do Caribe. Inexplicável.

Para entrar na Gruta Azul

Entrada da Gruta Azul

Dentro da Gruta Azul

Gruta Azul (dia nublado)

Faça o que eu digo não o que eu fiz

De preferência va com shorts e calça. Use calçados e vista roupas que possam ser molhadas. Seus pertences ficam perto da escada mesmo antes de tomar o barco, portanto evite levar coisas de valor. Viajei durante durante 80 dias, além de cartões, levei bastante em cash (dinheiro em espécie) e estranho pra alguns prefiro levar num porta valor que deixar em hotel. Graças a Deus além do porta valores embrulhava numa bolsa plástica e evitou de molhar. Aproveito pra deixar essa dica, sempre use uma bolsa plástica para envolver seu dinheiro de viagem, evitei vários acidentes desta forma.

Anacapri (caminho ao farol)

“Limoncello” – Licor de Limão típico dessa região da Itália (Costa Amalfitana e Golfo de Nápoles)

A ilha depende fundamentalmente do turismo, todos os serviços estão pensados para receber bem os visitantes. É um destino para quem busca relaxar, comer bem e pegar uma praia sem muitas exigências e comparações com o Caribe. Definiria como um destino romântico, apesar de ter visto muitas famílias por lá. Há quem critique Capri por considerar o destino muito comercial, como têm acontecido com outros muito explorados turisticamente e acabam perdendo a identidade. Eu adorei, é um destino pra descansar e para estratégica pra respirar de tanto museu e catedral pra quem está fazendo uma viagem longa pra Europa. Se seu destino é Sorrento ou Nápoles tem motivo de aproximação geográfica de sobra para visitar la “Isola di Capri”.

Arrivederci! (Até logo!)

Sobre Vania Albarracin

É turismóloga por vocação e turista por natureza. Apaixonada por fotografia, literatura, gastronomia, idiomas e viajar, é claro! Estilo nômade de ser, acredita que a vida é curta demais para contentar-se com viajar só nas férias e que o mundo é perfeito demais para ficar em um só lugar. Já visitou mais de 23 países, morou em 2 destes e perdeu a conta das cidades por onde passou.
Adicionar aos favoritos o permalink.

9 Responses to Ilha de Capri

  1. Zu diz:

    Vania foi um prazer ler seu blog. Assim como vc também amo viajar e tb tenho um blog onde conto um pouquinho das viagens que tive oportunidade de fazer. Meu único problema é que até hj não descobri uma forma de unir o útil ao agradável, ou seja, viajar ganhando dinheiro. Então ainda passo o ano trabalhando e economizando aguardando as tão sonhadas férias. Rssss. Aceito dicas.
    Parabéns pelo blog.

  2. Mariana Souza diz:

    Olá,

    Chego em Nápoli dia 26/09 e pretendo visitar Capri e a gruta azul no dia 27. O Hostel que vou ficar em Nápoli oferece um passeio de 2h pela ilha + gruta por 70 euros (com lunch e open bar), mas sai de Sorrento às 10h da manhã. Minha dúvida é: vale a pena eu me deslocar de Nápoli para Sorrento de manhã cedinho para fazer esse passeio e aproveitar para ver Sorrento ou é melhor ir direto de Nápoli e comprar um passeio já na ilha de Capri? Já volto para Roma no dia 28, por isso só tenho 1 dia para conhecer Capri e Sorrento, se for o caso.

    Obrigada desde já, abs!

    • Olá Mariana!

      Espero que não venha a resposta da sua pergunta. Eu não perderia sorrento por nada. Achei a região do porto encantandora. Se vc tem pouco tempo depende do seu entusiasmo e sorte. Eu já abracei mto destino em pouco tempo e deu certo, já outras vezes não foi tão bem sucedido.

      Recomendo vc não perder Sorrento. Se tivesse que decir entre Capri e Sorrento, acho que optaria pela segunda.

      Um super beijo e ótima viagem!

      Vânia

  3. Ricardo Dellai diz:

    Gostaria de saber se alguma empresa que possa me levar de roma a grotta azzurra já que nápoles é uma cidade bem perigosa.

    Queria conhecer a grotta azzura não sabia que molhava tanto, então até a máquina fotográfica corre risco de tomar um banho. rs

    Pelo vídeos que vi no youtube o pessoal não parecia molhado, acredito que depende muito da maré.

    Abcs.

    • Olá Ricardo!

      Exatamente, depende da maré e quando fui estava bem alta o barco bateu bastante na entrada da gruta até que o ‘marinheiro’conseguiu acertar.

      Não conheço nenhuma empresa que faça este serviço e aqui no blog só recomendo passeios, serviços, feitos e utilizados. A passada por Napolés é bem rápida. Vc desce da estação, toma um ônibus que te deixa no porto de saída a Capri. Não vi tanto perigo, mas se vc se sentir mais seguro, pode ir de táxi.

      Boa viagem.

      Abraço.

      VPA

  4. Eliane alvarez diz:

    Vania, Boas dicas, mas não entendi sobre os pertences na ” escada” . Tem lugar para se secar??? Os Hoteis de Roma oferecem toalhas de banho ?

    • Oi Eliane!
      Obrigada pela visita.
      Não tem onde colocar as coisas, porque no barco molha (documentos, dinheiros, etc) e pra entrar na gruta só deitada no barco para ter uma idéia.
      Não há banheiros e vestuário. Tem que se secar na escada mesmo, do jeito que dá.
      O hotel que fiquei em Roma sim.
      Beijos e boa viagem

  5. Bruna Liliane diz:

    Quanto tempo será que leva esse passeio de barco ao redor da Ilha já contando com a entrada na gruta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>